The Daily Puppy

quinta-feira

Beagle Freedom Project - Segundo Resgate - Beagles enxergam o "mundo" ex...

Falência de laboratório espanhol liberta 72 beagles que eram usados como cobaias.
Eles eram usados para testes de cosméticos, 40 cães foram enviados para os Estados Unidos.


Um grupo de 72 cães da raça beagle foram resgatados após a falência de um laboratório em Barcelona, na Espanha. A maioria dos animais, utilizados em testes de medicamentos e cosméticos, nunca havia saído da jaula.
Os cachorros foram libertados depois que a fundadora do Projeto Liberdade para os Beagles, Shannon Keith, viu as mensagens colocadas no Facebook por um funcionário do laboratório e um ativista espanhol que havian sido contatado por ele.
"Eles diziam que o laboratório iria fechar e que mataria os cães se ninguém se comprometesse a cuidar deles. Eu entrei em contato e disso: 'Nós nos comprometemos", contou Keith à BBC Brasil.
O projeto é parte da ONG americana Educação da Mídia para o Resgate de Animais (ARME, na sigla em inglês).

Teste:
O resgate aconteceu há cerca de uma semana em Barcelona, mas somente nesta quarta-feira 40 dos cachorros chegaram a Los Angeles, onde fica a sede do projeto.

Outros sete beagles foram adotados na Espanha e o destino dos outros 25 cães é desconhecido.

Dos 72 cães, 25 têm destino desconhecido.

Os animais tem entre 4 e 7 anos, viviam em jaulas individuais, agrupadas em quertos com 10 jaulas. Eles não tinham nenhum contato físico entre si.

De acordo com Shannon Keith, é possível que eles estivessem participando de testes para o desenvolvimento de remédios ou cosméticos para humanos.

"Alguns deles têm tumores no estômago e a maioria tinha os dentes muito estragados. Tivemos que fazer um tratamento dentário em cada um deles."

Beagles costumam ser usados para testes na indústria farmaceutica por causa de sua natureza dócil.
O projeto Liberdade para os Beagles deu início a uma campanha pela adoção definitiva dos animais, que estão em famílias adotivas temporárias.

Fonte: site Ig

Beijos mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário